Feito para transitar entre os anos 50 à 90, o brechó surgiu de uma necessidade e
hoje é uma iniciativa que levanta a bandeira do consumo consciente,da reciclagem não só do material, mas também da história que carrega cada peça garimpada. Além de valorizar o mercado local. Curadoria e higienização feitas manualmente com muito apreço e vontade de extrair o que a peça tem de melhor.

Impussionado e adiministrado por Orleanne Barreto, formada em Design de Moda.


"Ser sustentável é ser legal, mas mais que isso, é entender o processo de todas as coisas que consumimos e o valor do trabalho."